Portaria n.º 199/2012 | serviços coleções direção nacional

Presidência do Conselho de Ministros e Ministério das Finanças
Sexta-feira, 29 de junho de 2012
125 SÉRIE I ( páginas 3319 a 3320 )
Download pdf oficial - Portaria n.º 199/2012

TEXTO :

Portaria n.º 199/2012

de 29 de junho

O Decreto-Lei n.º 78/2012 , de 27 de março, definiu a missão, atribuições e tipo de organização interna da Biblioteca Nacional de Portugal. Importa agora, no desenvolvimento daquele decreto-lei, determinar a estrutura nuclear e estabelecer o número máximo de unidades flexíveis do serviço e as competências das respetivas unidades orgânicas nucleares.

Assim:

Ao abrigo do disposto nos n.os 4 e 5 do artigo 21.º da Lei n.º 4/2004 , de 15 de janeiro, e considerando as competências delegadas nos termos do n.º 11 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 86-A/2011, de 12 de julho, manda o Governo, pelo Ministro de Estado e das Finanças e pelo Secretário de Estado da Cultura, o seguinte:

Artigo 1.º

Estrutura nuclear da Biblioteca Nacional de Portugal

1 - A Biblioteca Nacional de Portugal, abreviadamente designada por BNP, estrutura-se nas seguintes unidades orgânicas nucleares:

a) Direção de Serviços Bibliográficos Gerais;

b) Direção de Serviços de Coleções Especiais;

c) Direção de Serviços de Sistemas de Informação;

d) Biblioteca Pública de Évora.

2 - As unidades orgânicas referidas no número anterior são dirigidas por diretores de serviço, cargos de direção intermédia de 1.º grau.

Artigo 2.º

Direção de Serviços Bibliográficos Gerais

À Direção de Serviços Bibliográficos Gerais, abreviadamente designada por DSBG, compete:

a) Administrar o depósito legal;

b) Gerir os processos de aquisição por compra, oferta e permuta de espécies destinadas às coleções da BNP;

c) Administrar o Registo Nacional ISSN (International Standard Serial Number) e o Serviço de Catalogação na Publicação (CIP - Cataloguing in Publication);

d) Criar o registo bibliográfico nacional das publicações, sob qualquer suporte, destinadas às coleções do Fundo Geral e produzir a Bibliografia Nacional em Linha;

e) Gerir a logística e manutenção das coleções do Fundo Geral;

f) Fornecer serviços, locais ou à distância, inerentes à utilização das coleções, incluindo gestão de leitores, bem como serviços de referência, acesso e empréstimo;

g) Prestar serviços complementares à utilização das coleções, incluindo pesquisa bibliográfica a pedido e reproduções;

h) Colaborar no desenvolvimento e difusão de normas, ou procedimentos normativos, para atividades e produtos bibliográficos.

Artigo 3.º

Direção de Serviços de Coleções Especiais

À Direção de Serviços de Coleções Especiais, abreviadamente designada por DSCE, compete:

a) Gerir a logística e manutenção das coleções especiais;

b) Assegurar o processamento bibliográfico das espécies pertencentes ou destinadas às coleções especiais;

c) Promover a valorização e difusão de informação sobre coleções especiais;

d) Administrar o Registo Nacional ISMN (International Standard Music Number);

e) Fornecer serviços, locais ou à distância, inerentes à utilização das coleções especiais, incluindo gestão de leitores, bem como serviços de referência, acesso e empréstimo;

f) Prestar serviços complementares à utilização das coleções, incluindo pesquisa bibliográfica a pedido e reproduções;

g) Definir os requisitos e normativos técnicos, e desenvolver e implementar soluções para as diversas funções de gestão e produção de conteúdos de informação digital;

h) Planear e executar o desenvolvimento e gestão das coleções digitais, no âmbito da Biblioteca Nacional Digital, bem como os serviços e projetos conexos, de âmbito nacional e internacional.

Artigo 4.º

Direção de Serviços de Sistemas de Informação

À Direção de Serviços de Sistemas de Informação, abreviadamente designada por DSSI, compete:

a) Planear e coordenar o desenvolvimento, implementação e manutenção dos recursos de tecnologias de informação que integram os sistemas de informação da BNP;

b) Gerir e manter todo o parque de hardware e software;

c) Gerir e manter a operacionalidade dos serviços de rede, bases de dados e sistemas de aplicações, incluindo os respetivos mecanismos de segurança de acesso, segurança de dados e recuperação de falhas;

d) Assegurar os serviços de suporte ao utilizador, compreendendo formação, apoio à utilização e resolução de problemas com recursos tecnológicos;

e) Definir os requisitos funcionais e técnicos e ou acompanhar a implementação de soluções aplicacionais de suporte às diversas funções de gestão;

f) Gerir as atividades relativas à operação e manutenção dos sistemas de informação bibliográfica em produção, bem como dos serviços e projetos conexos;

g) Apoiar a DSCE na definição e gestão dos requisitos e processos de preservação digital.

Artigo 5.º

Biblioteca Pública de Évora

À Biblioteca Pública de Évora, abreviadamente designada por BPE, compete assegurar a gestão, salvaguarda e divulgação do seu acervo bibliográfico e documental, bem como facilitar o acesso público à informação e ao conhecimento, contribuindo para a qualificação da comunidade local.

Artigo 6.º

Unidades orgânicas flexíveis

O número máximo de unidades orgânicas flexíveis da BNP é fixado em uma.

Artigo 7.º

Norma revogatória

São revogadas as Portarias n.os 369/2007 e 391/2007, de 30 de março.

Artigo 8.º

Entrada em vigor

A presente portaria entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

O Ministro de Estado e das Finanças, Vítor Louçã Rabaça Gaspar, em 13 de junho de 2012. - O Secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, em 1 de junho de 2012.

Se acha interessante o diploma
"Portaria n.º 199/2012 "
partilhe-o no Facebook e Twitter