Lei n.º 1/2013 | dezembro subvenção junho despesas

Assembleia da República
Quinta-feira, 3 de janeiro de 2013
2 SÉRIE I ( páginas 31 a 31 )
Download pdf oficial - Lei n.º 1/2013

TEXTO :

Lei n.º 1/2013

de 3 de janeiro

Primeira alteração à Lei n.º 55/2010 , de 24 de dezembro, consagrando nova redução na subvenção e no limite das despesas nas campanhas eleitorais, e quarta alteração à Lei n.º 19/2003 , de 20 de junho, limitando o montante da subvenção que pode ser canalizado para as despesas com outdoors.

A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

Artigo 1.º

Alteração à Lei n.º 55/2010 , de 24 de dezembro

O artigo 3.º da Lei n.º 55/2010 , de 24 de dezembro, passa a ter a seguinte redação:

«Artigo 3.º

[...]

1 - A subvenção destinada ao financiamento dos partidos políticos, prevista na Lei n.º 19/2003 , de 20 de junho, com a redação que lhe foi dada pela presente lei, é reduzida em 10 % até 31 de dezembro de 2016.

2 - A subvenção das campanhas eleitorais bem como os limites das despesas de campanha eleitoral, previstos na Lei n.º 19/2003 , de 20 de junho, com a redação que lhe foi dada pela presente lei, são reduzidos em 20 % até 31 de dezembro de 2016.

3 - (Anterior n.º 2.)

4 - (Anterior n.º 3.)»

Artigo 2.º

Alteração à Lei n.º 19/2003 , de 20 de junho

O artigo 18.º da Lei n.º 19/2003 , de 20 de junho, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 287/2003 , de 12 de novembro, e pelas Leis n.os 64-A/2008, de 31 de dezembro, e 55/2010, de 24 de dezembro, passa a ter a seguinte redação:

«Artigo 18.º

[...]

1 - ...

2 - ...

3 - ...

4 - ...

5 - ...

6 - Apenas 25 % da subvenção pode ser canalizada para despesas com a conceção, produção e afixação de estruturas, cartazes e telas que se destinam à utilização na via pública.»

Aprovada em 23 de novembro de 2012.

A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção A. Esteves.

Promulgada em 20 de dezembro de 2012.

Publique-se.

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

Referendada em 21 de dezembro de 2012.

O Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho.

Se acha interessante o diploma
"Lei n.º 1/2013 "
partilhe-o no Facebook e Twitter